Como Os Jogos Gratuitos Se tornaram Os Mais Lucrativos

19 May 2019 21:09
Tags

Back to list of posts

<h1>V&iacute;cio Em Jogos Podes Indicar Transtorno De Sa&uacute;de Mental, Alerta OMS</h1>

<p>Segundo a Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial da Sa&uacute;de, em torno de 3% dos jogadores podem ser viciados. Jogos Gratuitos Desse M&ecirc;s. Confira! -feira, o Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial da Sa&uacute;de (OMS) informou, a partir da &uacute;ltima revis&atilde;o do manual de classifica&ccedil;&atilde;o de doen&ccedil;as, que a compuls&atilde;o por jogos virtuais agora pode ser qualificada como uma circunst&acirc;ncia de sa&uacute;de mental. De acordo com a entidade, a nova classifica&ccedil;&atilde;o pode amparar os governos, familiares e profissionais de sa&uacute;de a se manterem vigilantes e mais preparados pra distinguir os sinais da dificuldade.</p>

<p>A ag&ecirc;ncia aceitou a proposta de categorizar o v&iacute;cio em jogo como transtorno de sa&uacute;de mental com base em evid&ecirc;ncias cient&iacute;ficas, bem como pela crescente indispensabilidade e procura por tratamentos em v&aacute;rios pa&iacute;ses. Na Inglaterra, por exemplo, neste instante existe uma cl&iacute;nica de reabilita&ccedil;&atilde;o pra cuidar mo&ccedil;as e adolescentes com v&iacute;cio em web e videogames, no entanto ainda &eacute; uma das primeiras do g&ecirc;nero no universo.</p>

<p>Apoiados por especialistas, a OMS apontou que os casos ainda s&atilde;o raros: cerca de 3% de todos os jogadores “considerados afetados pelo v&iacute;cio” s&atilde;o portadores do transtorno. Apesar disso, existe uma ang&uacute;stia com o risco de estigmatiza&ccedil;&atilde;o de alguns jogadores que, apesar de jogarem com periodicidade, n&atilde;o s&atilde;o clinicamente ‘viciados’.</p>

<p>Al&eacute;m do mais, Joan Harvey, porta-voz da Popula&ccedil;&atilde;o Brit&acirc;nica de Psicologia, no Reino Unido, alerta que a a nova designa&ccedil;&atilde;o pode inquietar os pais desnecessariamente. “As pessoas devem captar que isto n&atilde;o Clique Neste local Pra Baixar toda mo&ccedil;a que passa horas em seu quarto jogando &eacute; um viciado, caso oposto, os m&eacute;dicos ser&atilde;o inundados com pedidos de ajuda”, disse a revista Time.</p>

<p>Ainda dessa maneira, a atitude da OMS obteve muito suporte uma vez que as pessoas mais afetadas s&atilde;o mo&ccedil;as, jovens e adolescentes que n&atilde;o costumam procurar socorro por conta pr&oacute;pria. Segundo Henrietta Bowden-Jones, porta-voz do departamento de v&iacute;cios comportamentais do Royal College of Psychiatrists, no Reino Unido, os v&iacute;cios em jogos costumam ser melhor tratados com terapias psicol&oacute;gicas, mas alguns casos podem depender de medicamentos pra um tratamento mais produtivo. Sa&uacute;deFam&iacute;lia: Videogames deixam as criancinhas violentas?</p>

<ol>

<li>FC Brasileiros Gostam Mais De Jogos De A&ccedil;&atilde;o Do Que De Futebol </li>

Dead-Maze-Screenshot-1.jpg

<li>Metal Gear Solid V: Phantom Pain</li>

<li>Grand Theft Auto: Vice City 94%</li>

<li>18 Solko van den Bergh Pa&iacute;ses Baixos 331</li>

<li>Runtastic Results</li>

<li>Winner Soccer Evolution</li>

<li>3 Sega 32X</li>

</ol>

<p>Ainda sendo assim, a associa&ccedil;&atilde;o n&atilde;o contradiz os resultados das pesquisas publicadas at&eacute; nesta ocasi&atilde;o. “Os estudos sugerem que, quando esses indiv&iacute;duos est&atilde;o envolvidos em jogos na Internet, certos caminhos em seus c&eacute;rebros s&atilde;o acionados da mesma forma direta e intensa que o c&eacute;rebro de um viciado em drogas &eacute; afetado por uma institu&iacute;da subst&acirc;ncia.</p>

<p>De acordo com Mark Griffiths, que busca o conceito de transtorno de jogo h&aacute; 30 anos, a nova classifica&ccedil;&atilde;o poder&aacute; acudir a legitimar o problema e fortificar as estrat&eacute;gias de tratamento. Ele reconhece que o n&uacute;mero de jogadores viciados &eacute; muito menor que 1% e a maioria deles possivelmente ir&atilde;o apresentar outros problemas subjacentes, como depress&atilde;o, transtorno bipolar ou autismo. Apesar das baixas estimativas do pesquisador, a OMS estima que 2% a 3% dos jogadores conseguem apresentar o dist&uacute;rbio, alertando pros principais sinais da vida do v&iacute;cio.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License